Biografia

Estilo: Rock electrónico, synth-rock

Inspirações: Depeche Mode, The Chemical Brothers, Nine Inch Nails e muitos mais.

Membros:

Ex-membros: Brandon Belsky

Editoras:

               Metropolis US

               Tiefdruck Musik Europe

               Level 7

               Circuit Freq Records

Formados em: 2003

Website www.julien-k.com

Bio:

Ryan, Amir, Paige, Jay e Bobby

Ryan Shuck e Amir Derakh dos Julien-K já experimentaram o estrelato do mundo do rock.
Como membros dos Orgy, Shuck e Derakh experienciaram sucesso de platina com o álbum “Vapor Transmission”, com tours esgotadas, e a sensação de ouvir uma das suas músicas constantemente no rádio, graças a vários top 10 hits, incluindo “Fiction (Dreams in Digital)” e “Stitches”, e sua cover omnipresente da “Blue Monday” dos New Order, uma faixa cujo apelo universal levou a # 1 no top Dance Music, um top 5 na top Modern Rock, e tornou-se um crossover hit no Top 40 charts pop.
Como alguém que viveu o estrelato, Shuck, que lida com o trabalho de vocalista nos Julien-K, pergunta “Por que não há banda que realmente causa impacto no meu mundo?”, pergunta Ryan. “Onde estão os revolucionários? Onde está a banda que está a fazer isso? Eu não vi nenhuma banda fazendo algo inovador, trazendo um novo olhar, um tudo de novo, crianças a comprar guitarras porque querem soar como a banda. Não estou a ver nada disso. ”
Mas ao invés de sentar e lamentar o que está a faltar, Shuck, juntamente com Derakh e os seus colegas dos Julien-K, Brandon Belsky nos teclados, e Elias Andra, bateria, planearam fazer algo sobre isso. “Eu não dou importância às vendas. Eu dou importância ao facto de estar a fazer o que gosto” diz Ryan.


A onda começou na Primavera de 2009, com o lançamento do álbum de estreia “Death To Analog”, co-produzido por Amir Derakh (cuja produção e currículo de engenharia inclui os Coal Chamber, The Eels, Danzig, e remixes para Motor, Mindless Self Indulgence, e Linkin Park) e Anthony “FU” Valcic (Skinny Puppy, Download, Marilyn Manson). Ao longo de “Death To Analog” os Julien-K fundem a sua paixão pela música eletrónica e rock ao vivo explosivos. De acordo com Derakh: “Nós somos um género de híbrido de uma banda de eletrónica com uma banda de rock, que os Orgy também eram, mas na verdade estamos mais inclinados para o lado electrónico”, diz ele. “Eu acho que lá no fundo nós realmente sentimos que sempre quisemos uma banda que fosse na direcção do que estamos a fazer agora.” “Essa foi a ideia inicial por trás dos Orgy, para se tornar uma banda eletrónica que poderia brincar com os gostos das bandas de rock “, acrescenta Shuck.
Entre as faixas de destaque em Death To Analog estão “Kick The Bass”, que combina uma introdução a lembrar os Bauhaus com um estilo pop e um sentimento gótico-electro pesado, com sabor Depeche Mode, “Forever”, a batida dance directa e agressivos vocais da faixa-título, um robô industrial, assume formato Romeo Void de rádio alternativa, “Never Say Never” e “Technical Difficulties.”
Aquela última música, que se casa com a sensação techno de Daft Punk com o peso industrial do KMFDM, é a única que fez com que Elias conseguisse o seu trabalho com os Julien-K. “” Technical Difficulties” foi o argumento decisivo”, lembra Shuck. “Nós dissemos, ‘Não consegues tocar a “Technical difficulties”.’ Isso não é uma música tocável. E sentou-se e disse: ‘Oh, eu posso tocar isso.’ E foi isso.” Elias, um nativo do Texas, que tocou com bandas como os The Dreaming (com Christopher Hall da Stabbing Westward) e CCCP, ficou entusiasmado por fazer a ponte entre música electrónica e tocada ao vivo.


Completando o quarteto estava Brandon Belsky, cuja relação com Shuck e Derakh remontava aos Orgy. Derakh dizia que a versatilidade do Brandon fazia dele uma espécie de arma secreta nos Julien-K. “Ele é um bom engenheiro. Quando nós o trouxemos de volta estávamos a trabalhar com alguns tipos”, diz Derakh. “Estávamos realmente a ter dificuldades em obter engenheiros para trabalhar a tempo inteiro, porque todos tinham diferentes espectáculos. Queríamos pessoas dedicadas a apenas isso. Brandon foi um dos tipos que começou a ajudar e começámos a perceber bem cedo, ‘Hey, talvez ele seja mais do que apenas … talvez ele possa ser uma parte do que estamos a fazer. Ele tem muito a oferecer;. Ele canta, ele escreve “” “E então ele até ficou bonito”, acrescenta Shuck a rir.
Derakh e Shuck chamaram Anthony Valcic cuja relação com o par remonta aos seus dias nos Orgy, o “quinto membro” dos Julien-K, ele diz que abraçou o projecto como tal.

“Em termos de produção eu mergulhei no projecto, mas eu também tocava teclado e escrevia”, diz Fu. “Nós colaboramos em um sentido neste projecto de estúdio. Então eu mergulhei nisto como um membro da banda por assim dizer. Mas eu não sou um membro da banda.” Além de sua longa história com a banda, Fu juntou-se à família dos Julien-K porque lhe permitiu voltar à música que ele ama. “Voltando ao início da minha carreira, quando eu estava a sair do colégio, nada me chamava à atenção até que ouvi os Depeche Mode. Então eu comecei a ouvir Bauhaus, Killing Joke, The Cure, Front 242 “, diz ele. “É como um regresso às minhas raízes. ”
Mas tudo gira à volta da mesma coisa. “Estamos a tentar dizer algo, estamos a tentar mudar as coisas, estamos tentar levar o desempenho para um outro nível, estamos a tentar integrar a tecnologia de uma forma que ninguém fez, estamos a tentar continuar a escrever grandes canções, estamos a tentar escrever boas letras e têm grandes refrões, estamos a tentar falar sobre a vida real, as nossas vidas, situações, coisas com que as pessoas se podem realmente identificar com a vida real, amor, relacionamentos, todas as coisas que eu amava na música “, diz Shuck. “Estamos a tentar manter a paixão pela música”.

Em 2010, Brandon deixou a banda, segundo Ryan devido a diferenças criativas e Fu assumiu o controlo no lugar dele, passando do silencioso quinto membro para o quarto membro que actuava em conjunto com a banda.

Aqui fica o comunicado do Ryan dirigido aos fãs:

“To our beloved Inner Circle,

We will continue to give you guys special information, privileges, and opportunities straight from the band – so here is a big one. You guys can disseminate this information as you see fit, as you are our most trusted fans.

Brandon has left the band due to creative differences. He was genuinely not happy with the direction we have been taking on the new record – the band on the other hand is excited and enjoying exploring new territory. We can barely contain ourselves and our new material. Unfortunately a situation like this can only mean parting ways.

We remain good friends, and we love Brandon like a little brother.

After touring with Dead By Sunrise, we saw first hand that Fu is perfect to replace Brandon in the live setting – Fu has always been an unofficial 5th member of Julien-K, in addition to a major contributing writer. Now we have a chance to include him in the Julien-K live show – pretty exciting for us as Fu brings a totally new perspective with regards to how we do what we do live (technically), which will give us the impetus we need to continue to push and make our live shows more interesting.

Looking forward to meeting our European fans….!

RS”

Fonte

Desde então Fu tem o controlo dos sintetizadores, piano e baixo nas actuações ao vivo.

Ainda em 2010 os Julien-k começaram a gravar o segundo álbum, conjugando as gravações com a tour na Europa e nos EUA.

Elias, Ryan, Fu e Amir à chegada do evento

 

Já em 2011 os Julien-k foram convidados para actuarem nos OCMA’S (Orange County Music Awards) onde apresentaram a música “Cruel Daze of Summer” do novo álbum “We’re here with you”

Esta foi das primeiras músicas a ser experimentada ao vivo ainda em 2010 na tour Europeia, exemplo disso foi o concerto em Colos-Saal Aschaffenburg (Alemanha):

Em Maio de 2011, a banda divulgou a data do lançamento do álbum através do twitter dizendo que será este Outono e que se irá chamar “We’re Here with you”.

Em Junho os Julien-K começaram a sua tour europeia para promover o novo álbum, tocando em países como a Alemanha, República Checa, Polónia, Inglaterra e muitos outros, tendo espantado e surpreendido muitos pela fantástica qualidade das novas músicas e claro das antigas.

Ainda em finais de Junho os fãs conseguiram resolver o jogo “The Hunt” criado pela banda para, após descobrirmos as 10 pistas termos acesso à “The Hunting”, música que não fará parte do novo álbum mas que inicialmente tinha sido gravada para fazer parte dele. [para fazer download grátis da música cliquem na tab downloads]

Após a resolução desse desafio a banda propôs outro e desta vez foi algo que todos os fãs da banda ansiam há bastantes anos, uma demo especial “Everyone Knows” e então surgiu o desafio “Scrobble for Everyone knows on last.fm”

O objectivo é utilizar a música que recebemos resolvendo o “The Hunt”, ou seja, “scrobbled” 10000 vezes (algo que os fãs conseguiram em apenas uma semana, fazendo da “The hunting” a música mais ouvida do ano para os Julien-K) e tendo 1000 utilizadores únicos a ouvirem esta música, assim que atingirmos esse objectivo a banda disponibilizará para download grátis a tão aguardada música. [Podem verificar as estatísticas da música aqui e se quiserem ajudar informem-se nesta nota.]

Como já foi referido anteriormente os Julien-K lançam neste Outono o novo álbum e como já seria esperado terá possivelmente colaborações com grandes artistas de entre os quais: Z-Listers, Motor, Sharooz, DJ Hyper, Benjamin Vial e Sam Vandal.

Quanto à editora que ficará encarregue da promoção do “We’re Here with You” ficou a alemã Tiefdruck-Musik que também está encarregue da distribuição do “Death To Analog” por toda a Europa.

Em relação à listagem de músicas presentes no novo álbum só algumas estão confirmadas, outras ainda estão por confirmar (não estão por nenhuma ordem específica):

  • Breakfast in Berlin

  • We’re Here with you

  • Palm Springs Reset

  • Dregs of the world

  • Cruel Daze of Summer

  • Nights of future past

  • Surrounded by cowards

  • Certainly

  • I’ll Try Not 2 D-Stroy U

  • 1000 Years of Destruction

Os Julien-K estarão em digressão pela Europa até dia 31 de Agosto. Mais info sobre a tour aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s